quinta-feira, 14 de março de 2013

Kaywox entrevistado pela spinpoint.it



Deixo-vos o link de uma entrevista que o Francesco Giordano me fez para o site italiano spinpoint.it
que pode ser visto aqui LE INTERVISTE DI SPINPOINT - José Almeida alias Zé Kaywox 

O tema central foi na minha relação entre a fotografia e a pesca.

Para lerem a entrevista em português Carreguem em "Ler artigo completo ->"





entrevista em Português

"Realmente creio que há coisas que não se podem ver antes de serem fotografadas ". Diane Arbus

É um verdadeiro prazer encontrar-te aqui no Spinpoint.it. Sempre tratamos de encontrar os mais originais e válidos, e apreciando o trabalho que fazes, sentimos que era importante destacar a tua originalidade e eficácia na fotografía de amostras que usamos todos os dias nas nossas idas a pesca. Trata-se de uma grande obra cheia de atractivos e bom gosto.
Só algumas perguntas para dar oportunidade de nossos leitores te conhecerem melhor

1-      Como começas-te a tirar fotos de amostras?
R- Para aqueles que gostam de fotografia e tem um blog de pesca, rapidamente se juntam as duas coisas de uma forma natural. Inicialmente eu queria umas fotos bonitas de amostras como as do Adrian Rogers (http://lurefishingforbass.co.uk) com fundos limpos e simples.

Ele deve ter sido a minha primeira inspiração.

Possivelmente estas devem ter sido as minhas primeiras fotos dentro deste género



Mais tarde o fórum “Oceano Ibérico"  organizou um concurso de fotografia em que participei e ganhei o 1º e o 4º lugar


A foto do 4º foi inspirada na capa deste livro


a partir desse momento comecei a dedicar-me mais as fotos trabalhadas, onde a marca DUO me incentivou a continuar a evoluir nas fotos debaixo de água




2-      Qual é a tua relação com a pesca e a fotografia?
R- Em casa/estudio a fotografia aparece como um simples passatempo onde tenho o prazer de fotografar amostras de forma mais “artística”, mas sempre tendo em conta a parte comercial que muitas fotos podem ter.

Na pesca é uma relação de amor/odio.. a minha melhor câmara fica em casa com medo de acidentes e quando está a sair peixe nem sempre me lembro de tirar fotos.
Em muitos casos me fazem tirar fotos de grandes capturas, os colegas pensam sempre que a foto vão ficar uma grande obra de arte… e em muitos casos as pessoas se decepcionam um pouco ;), naquelas casos acabo por me sentir mal com a situação… mas tento sempre fazer o meu melhor.



3-      Que importância pensas que tem uma boa foto de uma amostra para fins comerciais?
Acreditas que o futuro das amostras passa pela publicidade ou pela real inovação técnica?
R- não tenho nenhuma duvida de que uma boa foto é uma grande ajuda para dar a conhecer e vender um produto, muitas boas fotos são muito partilhadas nas redes sociais, e neste campo penso que muitas marcas estão a falhar, devido a não seguirem a evolução dos blogs nem das redes sociais.
Mas claro que a inovação, a qualidade, a eficácia e o preço de um produto tem um factor muito importante.

Custa-me um pouco ver bons productos com imagens más e fico muito surpreendido com Productos medianos com fotos estupendas.

Hoje em dia é relativamente barato ter boas fotos, e por vezes não entendo como é que as marcas não apostam mais na sua imagem para promover os seus productos.



4-      Podes-me recomendar uma boa cámara compacta para as pescas?
R- Para a pesca só concelho câmaras waterproof, há muitas  boas marcas no mercado. Liguem sempre o flash mesmo sendo de dia, tirem sempre umas 15 fotos que certamente 1 ficará boa, depois se conseguirem dêem uns retoques num programa de edição de fotos, sejam criativos e nunca tenham medo de fotografar… com o tempo tornam-se em bons fotógrafos ;)


5-      O teu fotógrafo favorito e porque?
R- Neste momento é o Nicola Zingarelli, a resposta é simples, basta ver as fotos que tem a resposta, fotos explosivas, criativas  bem focadas, boa cor… sempre com tudo no lugar certo.
Mas também estou muito atento a evolução de muitos fotógrafos que começam a fotografar amostras


6-      Um concelho  teu para aqueles que  queiram aproximar a fotografia ao mundo da pesca?
R- Tirem muitas fotos, experimentem todas as opções da câmara e nunca desistam de uma foto que tem em mente, só com os erros é que se dá um paço em frente.
Nas minhas primeiras fotos tirava mais de 500 fotografias para aproveitar apenas uma ;)

temos que agradecer ao nosso amigo pela sua disponibilidade desejando-lhe boa sorte para o seu trabalho.

Não acabaria este entrevista sem lhes agradecer por esta entrevista, e quando necessitem de alguma coisa, podem contar comigo ;)




1 abraço




8 comentários:

  1. Boas Zé, PARABENS

    simplesmente fantástico...


    Saúde.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pela a entrevista e por todas as tuas fotos!

    Tenho ali aquela DUO, pequenina, vermelhinha, faz com um rasto...:)

    Agora mais capturas e mais amostras, para continuares com o bom trabalho...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Manuel..
      obrigado pelo eu comentário ;)
      que amostra pequenina vermelhinha?

      Eliminar
  3. É verdade, nada como dar mérito a quem o merece, quem não te respeita ou reconhece é simplesmente porque está errado, todas as grandes marcas não podem estar erradas vs um grupo de iluminados :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. grande João... muito obrigado pelas tuas palavras ;)

      Eliminar